A importância que o entendimento, colaboração e pequenas atitudes têm em grandes resultados.

Dizem que, para mudar o mundo, é preciso mudar a si mesmo, em primeiro lugar. A mudança, quando vem de dentro para fora, nasce com uma força avassaladora, capaz de ultrapassar a barreira do próprio ser humano e alcançar o restante da comunidade e, consequentemente, do mundo. Cada pequena mudança interior gera impactos na sociedade, em maior ou menos escala.

É partindo desse princípio que o Grand Hyatt São Paulo se uniu, desde o começo do ano, ao Projeto Sou Resíduo Zero. O movimento The Zero Waste (nome em inglês) surgiu na Califórnia (EUA), na década de 1970 e tem como filosofia encorajar a mudança do ciclo de vida dos recursos para que todos os produtos sejam reutilizados e reciclados. Assim, nada é desperdiçado e nenhum lixo é jogado na terra.

Grand Hyatt São Paulo e o Projeto Sou Resíduo ZeroDizem que, para mudar o mundo, é preciso mudar a si mesmo, em primeiro lugar. É partindo desse princípio que o Grand Hyatt São Paulo se uniu ao Projeto Sou Resíduo Zero. Saiba mais: http://goo.gl/dvuVrF

Posted by Grand Hyatt São Paulo on Segunda, 26 de outubro de 2015

Para fazer o projeto acontecer, o hotel conta com a parceria da Eccaplan, empresa que auxilia no manejo e gerenciamento do lixo produzido pelo Grand Hyatt São Paulo. Todos os dias, uma van chega ao prédio do hotel para coletar os resíduos não-orgânicos que já foram separados em vidro, papel, plástico e metal. O material é levado para Guarulhos, onde é tratado e direcionado para os locais adequados.

A chave do sucesso, de uma iniciativa como essa, está em fazer com que todos os envolvidos se sintam parte do projeto e entendam como sua participação, mesmo que pareça pequena, é fundamental. Fazer parte de um projeto desse porte e importância não é só um compromisso com o meio-ambiente, é também uma mudança cultural. Uma equipe do Grand Hyatt São Paulo visitou a empresa de reciclagem para entender como o processo funciona e ver de perto para onde vão os resíduos. Além disso, puderam ajudar os cooperativados a separar o lixo e sentiram na pele as dificuldades que enfrentam todos os dias quando diferentes tipos de materiais são descartados juntos. Isso fez uma diferença enorme no sentido de entenderem a importância de separar os resíduos corretamente – e como sua colaboração correta faz a diferença no mundo e na vida de outras pessoas.

 

  

Pequenas ações, juntas, geram resultados grandiosos. E quando essas ações são fruto de uma verdadeiro entendimento e mudança interior, não há limites onde a diferença pode chegar.