Seguindo com os vinhos da Itália, esta semana vamos falar dos tintos, que lembram frutas escuras e especiarias, com aromas de terra úmida e uma acidez tão característica e marcante que só quem gosta de vinhos italianos pode entender.

Na nossa primeira edição do Hyatt Wine Club de 2012 pudemos provar desde Syrah da Sicilia, assemblage com uvas tradicionais de Bordeaux e os clássicos Sangiovese.

A Itália tem mais de 20 regiões produtoras e segundo a classificação de vinhos deste país existem 4 diferentes categorias:

Vinhos de Tavola

Mais conhecido como vinho de mesa, são para consumo diário, geralmente de baixo custo e com regulamentações bastante flexíveis para sua produção.

 

IGT

Indicação Geográfica Típica: criada para flexibilizar as antigas leis italianas de denominações de origem, é a base da pirâmide no quesito de qualidade. Muitos dos grandes vinhos da Itália produzidos fora da lei se encontram nessa classificação.

DOC

Denominazione di Origine Controllata: existem mais de 200 zonas e mais de 750 vinhos com esta classificação na Itália.

DOCG

Denominazione di Origine Controllata e Garantita: a mais alta classificação que além de cumprir com as restritas regras de produção, deve passar por um painel de prova para certificar sua qualidade.

As uvas brancas mais características da Itália são: Corvina, Rondinella e Molinara (Piemonte, Trentino Alto Adigio e Friulli Venezia), a Prosecco (zona de mesmo nome) para os espumantes, e as uvas tintas características são a Sangiovese (Toscana) e a Nebbiolo (Piemonte).

Os vinhos selecionados para este segundo post da Itália são:

Sallier de La Tour Syrah, Sicilia IGT 2010

Elegante Syrah do sul da Itália, com bastante corpo e uma acidez marcada na boca. 30% do vinho passou por envelhecimento em barricas por 12 meses que são muito bem manipuladas, o que ressalta os sabores da fruta negra fresca.

Uma ótima relação custo-benefício, que lhes convida a combinar com carnes vermelhas condimentadas, carne de caça, etc.

 

 

 

 

 

Importadora: Mistral
Produtor: Sallier de La Tour
Uva: Syrah
Teor Alcoólico: 14%
Preço: R$ 56,27

 

La Poderina Rosso di Montalcino DOC 2009

Considerado como o irmão menor do Brunello de Montalcino, este Sangiovese tem aromas que nos lembram a cereja, framboesa e baunilha, por causa da madeira ou talvez por ser um vinho jovem, mas tem taninos bem suaves e elegantes, uma acidez potente para um vinho que nos pede desde uma clássica preparação italiana a pratos com molhos agridoces e carnes magras.

 

 

 

 

 

Importadora: Cantu
Produtor: La Poderina
Uva: Sangiovese
Teor alcoólico: 13.5%
Preço: R$ 110

 

Altesino Rosso di Montalcino DOGC 2009

Vinho produzido com o Brunello, a uva mais parecida com a uva Sangiovese. Levemente floral no nariz, uma certa nota de jasmim e fruta vermelha fresca, grande presença de taninos e adstringência marcada. Vinho que deve acompanhar grandes preparações, carnes muito cozidas e condimentação marcadas.

 

 

 

 

 

Importadora: Zahil
Produtor: Altessimo
Uva: Cabernet, Merlot e Brunello di Montalcino
Teor Alcoólico: 13.5%
Preço: R$ 120

 

Convido-os a nos acompanhar nas próximas semanas com mais vinhos da Itália e nossa segunda edição do Hyatt Wine Club de vinhos chilenos.

Salute!