Dia 08 de Março, o mundo inteiro comemora e homenageia ELAS. Elas que são guerreiras, fortes e poderosas. Elas que são especiais e carinhosas. Elas que lutam diariamente pela igualdade. Elas que merecem mais respeito. Elas que mostram que delicadeza não é fraqueza! Elas que merecem esse dia especial só para elas! FELIZ DIA DA MULHER!

 

O Grand Hyatt São Paulo escolheu algumas das guerreiras para representar as 240 mulheres quem trazem alegria e sabedoria para o dia a dia da Família Hyatt. Juntos, os homens e as mulheres completam o nosso time especialista em proporcionar grandes e únicas experiências a todos os nossos clientes!

Perguntamos para elas “O que é ser mulher?” e cada uma nos surpreendeu com a sua resposta, nos mostrando que entre tantas características semelhantes, cada mulher tem o seu encanto e a sua beleza que a torna única.

Ser mulher para mim é fazer tudo o que um homem faz. Não vejo distinção entre os dois. Homem e mulher são diferentes, mas ambos conseguem alcançar o que querem. Eu acho que ser mulher é maravilho, podemos fazer o que a gente quiser.

A gente pode ter uma carreira e ser independente, ou ter uma carreira e construir uma família, e ter várias pessoas que a gente ama para cuidar delas, ou como cada um quiser.

Sobre a minha rotina, eu passo muitas horas do meu dia no hotel, e me dedico muito a minha carreira. Mas também gosto de dedicar um tempo para mim. Quando acordo, faço exercício e tomo um bom café. Sempre depois do trabalho gosto de ter uma higiene mental: gosto de ler, ver televisão, amo netflix e sair e explorar bar e restaurantes em São Paulo também.

Mariana Nunes

Diretora de Experiência ao Hóspede, Grand Hyatt São Paulo

Sou mineira e moro em São Paulo há 12 anos. Mudei para São Paulo sozinha, recém formada, com 20 e poucos anos e com a cara e a coragem para conseguir um emprego. O Hyatt foi meu primeiro trabalho onde encontrei muitas pessoas que me acolheram. Depois tive outros empregos e hoje estou de volta no Grand Hyatt São Paulo. Seguir o meu sonho foi bem difícil no começo, como é difícil pra todo mundo. Mas foi isso que me deu mais determinação e força, características das mulheres de hoje que são fortes e sabem o que quer.

A mulher passa por várias fases, e agora eu estou passando por uma das mais importantes, para mim: a gestação. Não tenho ideia de como vai ser a maternidade, já está sendo bastante desafiador, mas com certeza será um super aprendizado. Quando você passa por uma gestação, você percebe que isso é realmente apenas nós mulheres que conseguimos essa magia. Gostaria de enviar um recado para todas as mulheres que estão assim como eu, gestantes, eu sei que as vezes não é fácil, a gente está com o corpo pesado e cansado, mas não desanimem. Somos fortes e poderosas. Então, para todas: Feliz dia da mulher!

Roberta Almeida

Gerente de Marketing, Grand Hyatt São Paulo

Pra mim ser mulher é todos os dias quebrar o paradigma de que mulher é sexo frágil. A mulher pode ser forte e mesmo assim ser sensível, delicada e intuitiva. Esse é um exercício diário, temos que demonstrar e provar em casa, no trabalho e na rua, que não precisamos ser grosseira ou bruta para ser forte. Pra mim é isso!
A minha rotina é de hoteleira, e hoteleiro tem que ser uma pessoa que gosta de movimento, de mudanças e o mais gostoso é que nem um dia é igual ao outro. A gente se planeja o máximo para que tudo saia certo e caminhe da melhor maneira possível, mas temos que ter muito jogo de cintura, porque mesmo planejando, muitos imprevistos acontecem.  Então o jogo de cintura nos ajuda a terminar o dia bem e satisfazer tanto nossos hóspedes como nossos colegas de trabalho. O dia a dia começa animado e bastante dinâmico. Tem que cuidar da equipe, dos hóspedes e muito mais!

O dia do hoteleiro tinha que ter mais de 24 horas apra dar tempo de fazer tudo que gostaríamos. Saindo do hotel, a rotina continua em casa. Como muitas outras mulheres, eu faço muitas tarefas: além das tarefas de casa, cuido do filho, bato papo com o marido, e logo já termina mais um dia corrido!

Paulany Ayres

Gerente de Governança, Grand Hyatt São Paulo

diadamulher

A mulher é um ser humano que eu considero bastante complexo. Mais que os homens, as mulheres tem uma sensibilidade e uma força muito grande, além de uma delicadeza.

Temos uma coisa biológica, comprovada cientificamente, que faz com que a gente consiga fazer muitas tarefas ao mesmo tempo.

Sou casada há 35 anos, tenho 3 filhos homens e trabalho no Hyatt há 17 anos. É muito gostoso, minha vida é bem preenchida e eu valorizo muito o tempo, cada minuto é precioso. Temos que aproveitar e encontrar momentos para descansar também, não fazer nada, dar risadas ou fazer o que gosta.

Isso é ser mulher, fazer muitas coisas ao mesmo tempo, cuidar de todo mundo e ter sempre que lembrar de se cuidar, porque se a gente não tiver bem e forte, não dá pra cuidar dos outros.

Fico feliz que existe o Dia da Mulher para comemorarmos, afinal somos guerreiras e já caminhamos uma longa jornada de conquistas, mas ainda temos que continuar seguindo esse caminho para conquistar nosso espaço, respeito e dignidade que as mulheres merecem!

Ana Flores

Gerente do Amanary Spa, Grand Hyatt São Paulo

Eu diria que ser Mulher é ser coringa. Não precisa ser tão feminina, aliás eu gostaria de ser mais feminina, mas é poder fazer tudo com salto alto sem perder a pose, tudo que o homem faz e muito melhor (os homens que me desculpem, nada contra vocês).

Contando um pouco sobre a minha história: eu comecei no hotel como YCI em 2011 e logo fui contratada como Auxiliar de Banquetes. Passei por outras posições como Garçonete e Hostess. Durante as minha férias, fiz um intercâmbio para o Canada, e quando voltei consegui pagar minha faculdade (Processos Gerenciais) com o meu trabalho.

Dentro do Grand Hyatt São Paulo, fiquei sabendo sobre uma vaga no Hyatt em Dubai e eu decidi me inscrever, sem muitas esperanças. Mas quando chegou o resultado fui surpreendida e consegui: trabalhei 3 anos em Dubai. Foram 3 anos de muitos desafios superados e aprendizado.

Fora do trabalho, eu gosto de meditação, tecnologia, animes e amo o Japão, aliás a minha meta é ir para o Japão ano que vem!!

Scarlet de Araújo

Líder Servidora do C-Cultura Caseira, Grand Hyatt São Paulo

Essa é uma ação do Comitê da Diversidade e Inclusão do Grand Hyatt São Paulo, que busca reforçar o papel tão importante das mulheres na empresa.

 

 

 

 

Confira aqui o que o Amanary preparou para está data tão especial!