Se aventurar pelo prazeroso mundo dos vinhos pode te fazer querer ter muitos rótulos em casa

 

Os admiradores de vinhos sabem que, após começar a apreciá-los, é um caminho sem volta: você vai querer conhecer as diferentes variedades de uvas, vinícolas, sabores e muitos outros prazeres que o mundo do vinho pode proporcionar, inclusive montar a própria adega de vinhos em casa.

 

Além de um espaço adequado e com a climatização ideal, uma boa adega precisa ter bons rótulos e itens como saca-rolhas e taças ideais para cada tipo de vinho. Confira as nossas dicas abaixo e prepare-se para criar um espaço memorável para receber seus amigos com um ótimo vinho para comemorar:

 

Escolha um espaço ideal para armazenar as garrafas

 

Há uma tradição de que uma boa adega de vinhos deve ocupar um espaço enorme, como o porão inteiro de uma casa, ou até mesmo uma edícula. O tamanho da adega, porém, dependerá da quantidade de garrafas que você pretende armazenar.

 

Atualmente, há diversos projetos modernos para diferentes espaços, de casas a apartamentos, que integram a adega a outras áreas de convívio da casa, como a sala de estar, sacada ou cozinha.

 

Existem dois tipos principais de adega: as climatizadas e as sem refrigeração. Na hora de construir sua, lembre-se que a temperatura é um fator muito importante, pois a mudança brusca de clima pode alterar as características do vinho, fazendo-o perder suas propriedades originais.

 

Espaços mais frios, como um porão, podem não precisar de um sistema de refrigeração. Já em uma sacada ou sala de estar, que têm maior incidência de luz solar, a adega precisará de um cuidado especial para manter a temperatura ideal – de 15ºC a 18ºC para os vinhos tintos e de 10ºC a 12ºC para vinhos brancos e rosés.

 

É possível criar um projeto sob medida para a sua adega, ou então adquirir uma adega refrigerada – há muitos modelos disponíveis no mercado, basta saber qual se encaixa na decoração da  sua casa. Também é possível transformar espaços não utilizados, como despensas, em uma adega.

 

De qualquer maneira, dê preferência ao armazenamento de seus vinhos em um local com pouca incidência de luz solar, fontes de calor e itens que possam alterar as características originais da bebida, como produtos de limpeza.

 

Na hora de escolher a sua adega, ou de mandar fazer um projeto sob medida, opte por um armário com portas de vidro de abrir, que controlam melhor a vedação. Além disso, o vidro é um material mais versátil e que se adapta com mais facilidade a diferentes áreas da casa.

 

As garrafas devem sempre ser armazenadas na posição horizontal, seja em suportes individuais ou em favos especiais.

 

garrafas de vinho como montar uma adega

 

Não deixe de ver: Como participar e aproveitar momentos saborosos em um clube de vinhos!

 

Faça uma boa seleção de rótulos

 

De nada adianta construir uma adega perfeita se ela não tiver bons rótulos para apreciar em momentos especiais com a família ou com os amigos.

 

A seleção dos rótulos tem muito a ver com o gosto do dono da casa, mas é possível criar uma coleção variada e cheia de qualidade.

 

Pense nos vinhos que você mais gosta para construir a primeira seleção para a sua adega. Sua preferência é por vinhos tintos ou brancos? Mais leves ou encorpados? A partir daí, é possível pensar em uma boa leva.

 

Uma sugestão para montar a primeira coleção da sua adega é ter 12 garrafas. A seleção pode ser composta de:

 

  • 2 vinhos brancos mais leves (de uvas como Pinot Grigio e Torrontés);
  • 2 vinhos brancos mais encorpados (feitos a partir de Chardonnay ou Riesling)
  • 1 vinho rosé;
  • 1 espumante;
  • 2 vinhos tintos mais leves (como Pinot Noir ou Gamay);
  • 4 vinhos tintos de médio corpo ou encorpados (feitos com uvas como Cabernet Sauvignon, Malbec, Merlot e Syrah).

Uma seleção de vinhos como os apontados acima é equilibrada e variada, e conta com opções para harmonizar com diferentes ocasiões e pratos, desde refeições mais leves (como saladas e peixes), até opções mais encorpadas (como carnes vermelhas) para um jantar a dois ou um grande banquete.

 

Confira também: Melhores vinhos: Como escolher o mais adequado para um jantar romântico!

 

Tenha os itens essenciais para a sua adega de vinho em casa

 

Após construir o espaço de sua adega de vinho e selecionar as melhores garrafas, é hora de escolher os itens fundamentais para garantir que toda a sua experiência seja inesquecível. Há uma série de acessórios disponíveis no mercado, mas alguns são essenciais.

 

Existem diversos modelos de abridores de garrafas; por isso, é importante entender com qual você se adapta melhor. O mais versátil e popular de todos eles é o “Sommelier”, também conhecido como “Dois Estágios”. Há, também, o abridor de abas, de rosca e até mesmo elétricos.

 

Assim como os saca-rolhas, existem inúmeros tipos de taças indicadas para diferentes tipos de vinho:

 

taça de vinho como montar uma adega em casa

 

  • Bordeaux: indicada para vinhos mais encorpados e com aromas complexos, pois a taça possui um bojo não muito aberto, que resulta na concentração destes aromas.
  • Borgonha: ideais para tintos mais leves e delicados. Por serem mais abertas, favorecem a expansão destes aromas.
  • Branco: são taças menores, pois estes vinhos são servidos gelados. O tamanho evita que a bebida esquente.
  • Flutes: taças para espumantes, mais finas e compridas. Nelas, o gás se desprende melhor e forma a famosa coroa de espuma na superfície da bebida.
  • Porto: taças menores que as de vinho branco, indicadas para vinhos do Porto, Jerez ou Madeira. Como são vinhos com alto teor alcoólico, coloca-se menos na taça.

Agora que você já sabe como montar a sua adega, é só tirar o projeto do papel e se preparar para receber os amigos e a família em casa com muito mais sofisticação!

 

O que achou das nossas dicas? Deixe nos comentários a sua opinião e aproveite para conhecer melhor o Grand Hyatt!