Desde 1604, quando ainda se chamava ‘entrudo’, o Carnaval de São Paulo acumulou diversas curiosidades interessantes! Confira aqui os detalhes dessa história!

Você sabia que o primeiro registro do carnaval em São Paulo é de 1604?

Tratava-se não do carnaval como nós conhecemos hoje, mas do “entrudo”, uma prática introduzida no Brasil pelos portugueses durante o século XVI.

Para entrar no clima da folia, selecionamos algumas das histórias mais curiosas sobre essa grande festa na capital paulista

– Para o desfile de uma escola de samba do Grupo Especial são confeccionadas em média, de 70 a 80 diferentes fantasias;

– A primeira escola de samba que apareceu em São Paulo, já nos moldes das escolas cariocas, não poderia ter um nome melhor: “Escola de Samba Primeira de São Paulo“, fundada em 1935. Mas por que a Primeira de São Paulo não desfila até hoje? A agremiação durou apenas sete anos.

– Uma só fantasia de baiana consome mais de 20 metros de tecido;

carnaval2012

– O Carnaval de São Paulo gera mais de 25 mil empregos diretos e indiretos em 52 setores da economia local;

– Algumas alas das escolas de samba são obrigatórias? A Ala das Crianças, das baianas, com cinqüenta componentes no mínimo, comissão de frente, com 6 passistas pelo menos e um casal de mestre sala e porta-bandeira?

– As escolas têm que entrar na avenida com um número mínimo de componentes? No caso do Grupo Especial são 2 mil passistas. Para o Grupo de Acesso, o número não deve ser inferior a mil integrantes.

– A passarela Adoniram Barbosa (a pista do Sambódromo) tem 530 m de comprimento por 14 m de largura

carnaval

 

Quer curtir o Carnaval de São Paulo em grande estilo? Conheça nosso Pacote especial e venha curtir a folia!

Acesse: pacoteshyatt.com.br

Fonte: Guia dos Curiosos,  O Estado de São Paulo