O conceito de luxo está em todos os detalhes dos grandes Hotéis 5 Estrelas. O Grand Hyatt Rio de Janeiro não poderia ser diferente. Nesse resort urbano, o cenário inspirador vai além das vistas das varandas dos 436 apartamentos do hotel. Todo seu projeto de arquitetura foi definido buscando total integração com a natureza e o estilo de vida do carioca. Concebido pelo renomado escritório Yabu Pushelberg, o hotel contou com a assessoria local de Patricia Anastassiadis para acompanhamento do projeto e adaptações necessárias. Além disso, para os restaurantes, todos abertos ao público, foi convidado o arquiteto brasileiro Arthur Casas para a criação dos ambientes. É ou não é uma combinação de gala?

 

Para dar voz a cada detalhe desse mundo de sofisticação e bom gosto, decidimos listar 5 curiosidades acerca do hotel que mais emociona na cidade Maravilhosa:

 

Foto: Tadeu Brunelli

 

1. Com o conceito de Resort Urbano, o lobby é amplo e o balcão de check-in aberto, com painel de cobre com madeira do artista plástico Luiz Hermano. O piso foi criado especialmente para um hotel de luxo, com design inspirado nas linhas retas e desenhos geométricos do icônico arquiteto e paisagista Roberto Burle Marx. O desenho está presente nas áreas comuns em mármore e pedra e nos andares e corredores como carpete. Ainda no grande hall de entrada, peças de Heloisa Crocco (texturas em pinus reflorestada) e de Edson Nunes (painel de sisal) refletem a atmosfera clean do local.

 

2. Cercado pela natureza da Reserva de Marapendi, o projeto do Grand Hyatt Rio de Janeiro contou (e conta) com 17 paredes verdes e diferentes jardins suspensos, que completam um paisagismo que busca valorizar o estilo de vida do Rio, sempre muito voltado e ligado à natureza. Logo na entrada do empreendimento, é possível ver a total integração do espaço com duas palmeiras Pheonix dando as boas-vindas aos hóspedes e visitantes.

 

Foto: Tadeu Brunelli

 

3. Com um pé direito variando entre cinco e seis metros de altura, grandes varandas e janelas de vidro possibilitam a entrada de luz natural em todos os ambientes, além da valorização do cenário exterior. O projeto do prédio, desde sua concepção, foi pensado para que grande parte de seus apartamentos tivessem vista do mar ou, em algumas suítes, duas maravilhosas vistas: a praia e a Lagoa de Marapendi. Ademais, todos os apartamentos possuem varandas: tudo para apreciar mais ainda o visual do entorno.

 

4. O mobiliário do hotel é formado por peças de importantes nomes do design. Logo no lobby, as poltronas de Sergio Rodrigues já anunciam essa sofisticação. Nas varandas próximas à piscina, pode-se ver a Ipanema Chair, cadeira feita em madeira com formas que lembram os desenhos do calçadão, criação da Lattoog Design. No espaço de convivência, também estão as mesas de vidro e pedras de Domingos Tórtora. Nas Grand Suítes, encontram-se móveis selecionados de designers brasileiros.

 

Foto: Tadeu Brunelli

5. Toda a estrutura e concepção do Grand Hyatt Rio de Janeiro foi pensada para homenagear não só o Rio como também o restante do país. Não haveria como trazer a Hyatt para a cidade maravilhosa e deixar de aproveitar cade singularidade da flora de um lugar tão tropical e diversificado. Por conta disso, alguns dos restaurantes têm menu decorados com as mais lindas folhas e flores presentes na reflorestamento carioca.

 

E aí, ficou curioso? Que tal conferir de perto cada peça e detalhe desse mundo de sofisticação e luxo? Permita-se surpreender e sentir Grand!